Conteúdo

Rebite roscado: mais segurança, praticidade e economia para o seu projeto

Publicação: 26/05/2022

Não é segredo que um dos principais reflexos da inovação industrial é o desenvolvimento de projetos cada vez mais complexos, que, além de um know-how qualificado, também exigem o uso de ferramentas e soluções otimizadas. É nesse contexto que o rebite roscado vem conquistando espaço — e preferência — quando falamos em elementos de fixação de alta resistência.

Capaz de prover uma rosca interna resistente sem a necessidade de corte ou de solda, esse modelo de rebite também oferece uma aplicação descomplicada, aumentando a produtividade em processos industriais e reduzindo os custos de projetos das mais variadas naturezas. É por isso que, neste artigo, você vai entender melhor as vantagens técnicas do rebite roscado e descobrir como essa tecnologia pode ajudar a sua empresa!

Entendendo a aplicação do rebite roscado na prática

Nos segmentos de manutenção, reparo, operações e projetos, é perceptível que os elementos de fixação precisam encarar o crescente desafio da eficiência operacional. Afinal, o mercado está sempre em busca de estruturas mais leves e resistentes, de espaços e estruturas mais bem aproveitados e, claro, de processos mais limpos e práticos.

Contudo, existe uma contrapartida. Todo esse movimento também significa que os profissionais precisam lidar com metais, chapas e superfícies cada vez mais finas, além de executar o trabalho em locais de difícil acesso. É aqui que a tecnologia do rebite roscado entra em cena, entregando uma alternativa prática e robusta.

Ideais para a união daquelas chapas metálicas finas e que não possuem a espessura necessária para a retífica de uma rosca, os rebites roscados podem ser facilmente instalados em furos pré-preparados. Isso porque sua estrutura já apresenta uma rosca interna, projetada tanto para criar o ponto de fixação quanto para simplificar o próprio processo de aplicação.

Mas como esse rebite funciona?

Além de oferecer uma fixação robusta e envolver uma tecnologia de ponta, fato é que a utilização desses rebites é bem prática e intuitiva: com uma rebitadeira hidropneumática ou manual, basta rosquear o rebite no mandril da ferramenta e posicionar no furo da chapa.

Aplicando uma força de tração através da ferramenta, o corpo do rebite roscado é puxado no sentido contrário, expandindo a bolsa de rebitagem e realizando o travamento completo. Ah, nós temos até um vídeo que mostra, com precisão, o processo de aplicação desse rebite, olha só:

Viu como o rebite roscado atua bem em chapas metálicas finas? Vale destacar ainda que ele elimina a necessidade do operador acessar os dois lados do material de trabalho e, justamente por isso, é bastante utilizado na fixação de tubos, peças em caixas e em extrusões.

Versatilidade também beneficia projetos complexos

Com a rápida popularização do rebite roscado, é natural que essa solução logo tenha apresentado alternativas e possibilidades de aplicação para projetos cada vez mais específicos. Além dos múltiplos materiais utilizados em sua manufatura, como aço carbono e aço inox, as opções de rebites com rosca também oferecem possibilidades para, basicamente, qualquer nicho.

É por isso, por exemplo, que os operadores já podem encontrar diferentes designs de corpo, como é o caso do rebite roscado cilíndrico, que exige apenas uma furação circular simples no material de aplicação, e o rebite roscado sextavado, que apesar de exigir um corte mais elaborado na chapa, garante muito mais resistência ao torque!

Enquanto o modelo cilíndrico é de uso universal, com alto nível de disponibilidade no mercado e amplo espectro de materiais de fabricação, a opção sextavada é projetada especificamente para eliminar as rotações causadas pelo torque aplicado no parafuso.

E não para por aí: o design da cabeça também apresenta modelos especiais com finalidades distintas, tanto nos rebites cilíndricos quanto nos sextavados, com uma ampla variedade de tamanhos, roscas, sobremedidas e alturas, veja:

  • • Cabeça plana: com elevada resistência à extração superior e inferior, os rebites de cabeça plana oferecem uma fixação segura e permanente.
  • • Cabeça fina: Se destacam pela altura reduzida da cabeça, ficando quase alinhados com a chapa de aplicação. Um aliado poderoso para quem busca um excelente acabamento estético.
  • • Cabeça cônica: quando esse rebite é aplicado, a cabeça fica alojada na chapa de aplicação, totalmente alinhada e sem ressaltos.

Além disso, existem os rebites com a base do corpo fechada, especialmente indicados para processos que exigem hermeticidade, bloqueando a passagem de gases e líquidos.

Conte com quem entende do assunto!

Já deu para perceber que essa solução entrega muito quando falamos em praticidade, agilidade e eficiência operacional, certo? E de elementos de fixação, a gente fala com propriedade! Afinal, a Rudolph Fixações é referência no assunto, com um portfólio completo e planejado na medida certa para o seu projeto.

Aqui, além de uma equipe altamente comprometida, você conta com atendimento técnico e comercial de alto nível, garantindo melhores resultados e segurança na hora de escolher o rebite roscado ideal para a sua necessidade! Então fale com a gente, visite o nosso site e conheça melhor as nossas opções: nós certamente temos a fixação ideal para você!

Tags: Rebites Roscados

  • Este material foi útil?
    Opinião registrada... obrigado
  • Sim
  • Não
Compartilhe: